Os impactos da rede 5G no agro

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As redes de telecomunicações 5G, também conhecidas como a próxima geração da rede de internet móvel, estão iniciando as suas operações em dezenas de países — mais especificamente, 34, até o momento —, o que gera uma grande expectativa em relação ao uso da tecnologia nas mais diversas áreas da economia. No setor agrícola não é diferente, aguardamos com grande expectativa a chegada do 5G, já que diversos serviços tecnológicos que já estão sendo implantados no campo podem se beneficiar ainda mais com a velocidade e tempo de latência das redes 5G.

Como a conectividade é um dos principais gargalos da difusão de novas tecnologias no campo, é importante tentarmos entender quais os impactos esperados com a introdução da rede 5G, focados principalmente nos benefícios que essa tecnologia pode trazer à agricultura.

Talvez os benefícios do 5G ainda demorem a ser realmente disponíveis aos agricultores brasileiros, mas a expectativa em relação aos seus impactos no campo é grande. A revolução tecnológica no campo já está em andamento e o 5G pode trazer novas ferramentas para a digitalização do meio agrícola.

O que é a tecnologia 5G?

A tecnologia de redes 5G é a próxima geração de rede de internet móvel. Estas redes podem melhorar bastante a velocidade de transmissão e recepção de dados em uma taxa até 20x maior que a velocidade do 4G.

As redes 5G vão permitir a comunicação máquina-máquina com taxas de latência abaixo de 10ms. A alta taxa de velocidade de dados e a baixa latência, entretanto, têm um custo: as redes 5G requerem um número de torres de celular muito maior que as requisitadas em gerações anteriores de rede. Por outro lado, elas são muito mais estáveis e seguras do que as redes atuais.

Por utilizarem ondas de alta-frequência, as redes 5G apresentam uma dificuldade maior de tráfego em distância e entre objetos (árvores, montanhas etc.), necessitando que as torres de transmissão estejam mais próximas umas das outras, mas cada antena permite a conexão de uma quantidade de aparelhos muito maior. No caso da Internet da Coisas — rede de objetos conectados que realizam tarefas ou coletam dados através de sensores —, permitir a conexão de muitos aparelhos é uma grande vantagem, pois é possível conectar um número maior de equipamentos à rede simultaneamente.

Em termos de ordem de grandeza da taxa de transmissão de dados, as redes 3G (entre as suas evoluções) permitiram taxas de transmissão de 0,12 a 6 Mbps. O 4G permite uma troca de dados entre 5 Mbps e 12 Mbps, enquanto o 5G estima poder chegar a 100 Mbps. Um exemplo interessante para ilustrar qual o impacto da rede 5G nas nossas vidas: 3G nos permitiu enviar textos, 4G nos permitiu usar Uber e Netflix, enquanto que o 5G vai nos permitir ter veículos autônomos e conectados. Um veículo autônomo necessita de muita informação para saber qual o caminho seguir, saber interpretar os semáforos e outras diversas interações e o tempo de resposta precisa ser imediato. Isso só é possível com a velocidade e baixa latência de redes 5G.

Impactos do 5G no campo

Devido ao fato de que a velocidade da transmissão de dados, tanto de entrada como de saída da rede, será muito maior com a implementação de 5G, inúmeras aplicações que exigem troca de informações em tempo real poderão ser utilizadas no campo com inteligência e respostas quase imediatas.

Assim, com 5G, robôs e mecanismos automatizados que transmitem dados e recebem comandos imediatos poderão ser desenvolvidos e implantados no trabalho agrícola. Imagine um robô que passa pelas linhas de cultura, capturando e enviando imagens e status da plantação, e que é capaz de identificar imediatamente qual o trato cultural a ser executado na plantação. Com a velocidade de transmissão de dados e baixa latência do 5G, a utilização desses robôs autônomos no campo passa a ser uma realidade, com todo o processamento e tomada de decisão sendo realizados pela própria máquina.

Para IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas), a utilização de grande quantidade de sensores sem fio (conectados através da rede 5G) permite o monitoramento das mais diversas condições do campo e a detecção com antecedência da necessidade de irrigação, pulverização de defensivos ou fertilizantes.

A tecnologia 5G também teria muita utilidade no monitoramento de animais, utilização de drones agrícolas e máquinas. O leque de possibilidades de utilização da tecnologia digital no campo fica muito maior com a implementação de uma rede 5G, permitindo que a propriedade rural possa ter um controle e monitoramento de processos de missão crítica em tempo real.

Na Inglaterra, por exemplo, vacas usam colares 5G que enviam dados a aplicativos sobre tudo o que fazem, desde alimentação até em que estado estão dormindo. Com isso, os agricultores podem ter toda informação instantaneamente e acompanhar os tratamentos com veterinários e nutricionistas. Isso permite que o gado seja monitorado, de forma que a detecção de doenças ou alterações de estado seja realizada com maior antecedência.

Em termos de máquinas autônomas, podemos ter tratores que semeiem o campo sem necessidade da ação humana ou mesmo máquinas que detectem quais as plantas invasoras existentes na plantação e tome a decisão de quais herbicidas aplicar.

Assim, o processo de tomada de decisão e execução do campo tendem a ser muito facilitados com o aumento de conectividade possível com redes 5G, tendendo a diminuir o risco e melhorando a produtividade e rentabilidade do campo.

Implementação do 5G no Brasil

O 5G certamente pode e vai revolucionar tecnologicamente o campo, mas algumas informações de mercado nos fazem crer que ainda levarão alguns anos até a chegada efetiva da tecnologia nos campos brasileiros.

O processo do leilão das redes 5G no Brasil está previsto para ocorrer ainda em 2020, de acordo com a Anatel. Entretanto, com o cenário atual, com pandemia do Novo Coronavírus e outras incertezas rondando o mercado brasileiro e mundial, já existe uma grande pressão para que o leilão das redes 5G no Brasil seja adiado para 2021, ou até mais tarde.

Considerando os possíveis retardos do leilão da banda de redes 5G, o alto custo da implantação da estrutura da rede e o fato de que, em um primeiro momento, as operadoras irão focar em áreas de grande densidade populacional, é de se esperar que ainda leve algum tempo até que o benefício da velocidade de conexão e baixa latência na transmissão de dados chegue aos campos brasileiros.

A revolução tecnológica do campo já está começando e não poderá esperar o 5G chegar. Existem, então, outras tecnologias que buscam auxiliar na conectividade do campo até a implementação do 5G, como as redes LPWAN (Low Power Wide Area Network). Estas redes possibilitam a conectividade no campo, utilizando sensores e equipamentos mais simples, que não demandem tanta energia (menor uso de baterias) e se comunicam com menores taxas de transmissão.

Conclusão

As tecnologias de redes 5G têm um grande potencial de impactar o agro e trazer a tão esperada conexão tecnológica do campo. Os benefícios que esta tecnologia vai trazer, em termos de transformação digital do agro — melhorando e facilitando os processos, permitindo o acompanhamento e interação com a lavoura em tempo real —, causa uma grande expectativa no setor agropecuário, pela quantidade de inovações que podem chegar.

O Venturus espera com ansiedade a chegada do 5G, mas, enquanto isso não acontece, estamos preparados para suportar as tecnologias que estão disponíveis para levar a tecnologia ao campo.

Veja mais
Não categorizado
Laura Pereira

O que é Blockchain?

Em 1991, é criada uma das tecnologias mais disruptivas da época e a mais segura até o momento. A Blockchain ganhou fama em 2018, quando
Leia mais »
IA
Mauricio Vidal

O que são GANs?

A Inteligência Artificial (IA) é, atualmente, um dos tópicos mais relevantes da tecnologia, com um enorme potencial na área empresarial. Ela deve ser tratada com
Leia mais »
Campinas / SP - Brasil

Estrada Giuseppina Vianelli di Napolli, nº 1.185
Condomínio GlobalTech Campinas
Polo II de Alta Tecnologia
CEP 13086-530 – Campinas – SP
+55 (19) 3755-8600

+55 (19) 3755-8600
contato@venturus.org.br

Bitnami